Capa

Action Express

IMSA: Nasr, Derani e Curran têm domingo difícil em Watkins Glen

Com pneu furado logo no início, pilotos tiveram de minimizar problemas
(José Mário Dias)

Felipe Nasr virou "passageiro" quando pneu furou
(José Mário Dias)

Pipo Derani: fim de semana difícil
(José Mário Dias)

O Cadillac #5 da equipe terminou na sexta colocação
(José Mário Dias)

Com pneu furado logo no início da prova, pilotos terminam a disputa na sétima colocação com o #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R

01.07.2019  |  344 visualizações

Apesar de sofrerem com um pneu furado nos primeiros minutos das 6 Horas de Watkins Glen, neste domingo (dia 30), os brasileiros Pipo Derani e Felipe Nasr e o norte-americano Eric Curran fizeram de tudo para terminar a sexta etapa do IMSA WeatherTech SportsCar Championship e minimizar os problemas enfrentados.

O trio do #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R completou a prova na sétima colocação (posição que também havia conquistado no grid).

“Desde o começo, senti que tínhamos boas chances”, comentou o atual campeão do IMSA, Felipe Nasr. “Ganhamos uma posição na largada e, em seguida, uma bandeira amarela deixou alguns detritos na pista. Quando relargamos, o carro estava muito bem, mas de repente senti algo estranho. Quando estava indo para a curva 8, ouvi um barulho vindo da traseira esquerda do carro e foi quando o pneu furou e ‘virei passageiro’”, contou.

“Tivemos sorte de não tirar os dois carros da equipe Action Express Racing da briga. Foi um incidente de corrida, que não tive como controlar”, lembrou Nasr, que na batida acabou tocando o carro do companheiro Filipe Albuquerque, que felizmente prosseguiu.

Após ser ajudado para sair da brita, Nasr voltou para os boxes, mas a equipe perdeu duas voltas para fixar e arrumar a parte traseira do carro, que caiu para o final do pelotão e teve de buscar a recuperação. “Esse incidente e o fato de o carro não ter o mesmo ritmo dos ponteiros fizeram do nosso dia muito difícil”, continuou Nasr.

“Nou estou desistindo. Vamos voltar e focar na próxima corrida dentro de poucos dias. Após uma prova como essa, o melhor é ir para a próxima e espero termos um dia melhor no domingo que vem”, completou o piloto de Brasília.

O compatriota Pipo Derani também lamentou os problemas do trio na disputa em Watkins Glen. “Infelizmente, foi um dia difícil”, desabafou. “Temos de estar contentes com o sétimo lugar em virtude de tudo o que aconteceu na pista. Não fomos rápidos o suficiente para estar na frente. Se tivéssemos conseguido nos manter na volta do líder, talvez pudéssemos ter lutado no final. Foi um daqueles dias que as coisas não saem como planejamos. Mas vamos trabalhar para estar de volta à briga no domingo que vem”, completou o paulista de 25 anos.

O incidente no início da prova fez com que a equipe não conquistasse o ponto extra para o Campeonato Norte-americano de Endurance (que inclui as quatro provas longas do IMSA). Os brasileiros e Eric Curran estão em segundo lugar, com 32 pontos, contra 34 de Jordan Taylor e Renger van der Zande, restando agora apenas a prova de Petit Le Mans, em outubro.

Na disputa geral do campeonato, Derani e Nasr chegaram a Glen na liderança com cinco pontos de vantagem, mas com o resultado aparecem agora em segundo, um ponto atrás de Juan Pablo Montoya e Dane Cameron (177 a 176), restando quatro etapas.

Vencedores das 12 Horas de Sebring e com dois segundos lugares em 2019 (24 Horas de Daytona e Detroit), Nasr e Derani seguem na luta neste domingo (7) na disputa da sétima etapa no Canadian Tire Motorsport Park, em Ontário (Can).

Companheiros - Além dos brasileiros, a equipe Action Express Racing também disputa a temporada do IMSA com o #5 Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R dos portugueses João Barbosa e Filipe Albuquerque. Em Watkins Glen, eles tiveram a companhia do britânico Mike Conway e terminaram a prova na sexta colocação. Com o resultado, os portugueses ocupam a quinta posição no campeonato, com 162 pontos.

Os 10 primeiros da categoria DPi nas 6 Horas de Watkins Glen:
1 55 J. Bomarito / H. Tincknell / O. Pla (Mazda Team Joest Mazda DPi) 211 voltas em 6:00:07.332
2 77 O. Jarvis / T. Nunez / T. Bernhard (Mazda Team Joest Mazda DPi) +0.353
3 6 J. Montoya / D. Cameron (Acura Team Penske Acura DPi) +11.783
4 10 R. Van Der Zande / J. Taylor (Konica Minolta Cadillac DPi-V.R. Cadillac DPi) +24.837
5 7 R. Taylor / H. Castroneves (Acura Team Penske Acura DPi) +38.684
6 J. Barbosa / F. Albuquerque/ M. Conway (Mustang Sampling Racing Cadillac DPi) + 2 voltas
7 31 F. Nasr / E. Curran / P. Derani (Whelen Engineering Racing Cadillac DPi) + 3 voltas
8 50 W. Owen / R. Binder (Juncos Racing Cadillac DPi) + 5 voltas
9 84 S. Trummer / S. Simpson / C. Miller (JDC-Miller MotorSports Cadillac DPi) + 7 voltas
10 85 M. Goikhberg / T. Vautier / J. Piedrahita (JDC-Miller MotorSports Cadillac DPi) + 12 voltas

Imprensa
FGCom
Fernanda Gonçalves
+55 11 98245.4511
fernanda@fgcom.com.br
www.fgcom.com.br

 

Leia também...

13.10.2019

Nasr, Derani e Curran vencem as 10H de Petit Le Mans e são campeões do IMSA Michelin Endurance Cup

Em uma disputa emocionante, trio fica com o título das quatro provas longas da temporada, o sexto consecutivo da equipe Action Express Racing. Derani e Nasr também são vice-campeões do IMSA

08.10.2019

Na briga pelo título do Endurance e com chances matemáticas no IMSA, Nasr e Derani focam na vitória

Temporada chega ao fim neste sábado com a disputa das 10 Horas de Petit Le Mans

16.09.2019

IMSA: Nasr e Derani voltam ao pódio e terminam etapa de Laguna Seca em terceiro lugar

Vice-líderes da competição, brasileiros acertam na estratégia de combustível e mantêm chances matemáticas na briga pelo título, restando apenas uma etapa para o final da temporada

10.09.2019

IMSA: Action Express Racing anuncia renovação dos contratos dos brasileiros Nasr e Derani para 2020

Dupla segue a bordo do #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R na temporada que vem. Neste fim de semana, pilotos lutam para voltar ao topo na penúltima etapa da temporada em Laguna Seca

Entre em contato