Capa

CNK

Brasileiro de Kart com recorde de inscritos encerra disputas do Grupo 2 com mais 12 campeões em SC

Finais deste sábado no Kartódromo Internacional Beto Carrero definiram um tetracampeão, 2 tricampeões, um bicampeão e 8 pilotos conquistaram o primeiro título

18.12.2021  |  802 visualizações

E chegou ao fim a maior edição da história do Campeonato Brasileiro de Kart. Com o recorde de 545 inscrições, as disputas deste sábado (18) revelaram novos campeões no kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC).

Com 11 corridas eletrizantes e 12 títulos em jogo, foram conhecidos os vencedores da Júnior Menor, Júnior, Graduados A, Graduados B, Sênior B, Novatos, KZ Graduado + KZ Sênior, Sênior A, Super Sênior, Super Sênior Master e F4 Sênior.

Como no Grupo 1, encerrado semana passada, as decisões deste sábado foram eletrizantes e surpreendentes. Com muitas provas decididas no final, pegas e ultrapassagens em todas as disputas.

Na Super Sênior, Rodrigo Piquet, de 48 anos, tornou-se tetracampeão em uma corrida em que os adversários não tiveram chances. A Super Sênior Master viu Amilcar Mugnaini levar o título. Na Júnior Menor, Gabriel Sano, de 12 anos, foi o grande vencedor.

Na KZ Graduados, a vitória chegou de forma inesperada para Bruno Grigatti, após a desclassificação de João Rosate. O paulista de 32 anos conquistou seu primeiro título Brasileiro. A KZ Graduados Sênior teve a vitória da superação de Waldir Belizário Jr., que correu depois de sofrer um acidente no começo de novembro. Foi seu segundo Brasileiro.

Na Sênior B, Gustavo Kalinowski herdou a vitória nos instantes finais - depois que o rival Rafael Prada sofreu uma punição de cinco segundos - e faturou seu primeiro título. Pela Novatos, João Tesser também pôde finalmente comemorar, depois de bater na trave por duas vezes. O paulista de 20 anos ganhou seu primeiro título Brasileiro. Outro que estreia entre os campeões do evento é Matheus Ferreira, brasiliense de 14 anos, que venceu na Júnior. Na Sênior, o título ficou com o catarinense Leonardo Nienkotter, de 43 anos.

Na Graduados A, o paulista Matheus Morgatto, de 18 anos, superou os decacampeões Brasileiros Olin Galli e André Nicastro para conquistar seu primeiro título no campeonato. Já na Graduados B, quem se destacou foi o catarinense Gabriel Gomez, de 15 anos. O pole no Mundial deste ano tornou-se tricampeão.

Fechando o Grupo 2, a F4 Sênior encerrou as disputas no Kartódromo Beto Carrero. Matheus de Castro venceu a prova, mas acabou punido por atitude antidesportiva contra Roberto Wuthstrack Jr., que herdou a vitória.

Os 12 se unem aos oito campeões do Grupo 1, que coroou: Olin Galli (OK), Guilherme Quinteiro (OK Júnior), Murilo Fiore (F4 Graduados), Rafael Vasco (F4 Júnior), Bernardo Leal (Mirim), Christian Mosimann (Cadete), Marcos Silva (F4 Super Sênior) e Luis Armani (F4 Super Sênior Master).

Organizada pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), a 56ª edição do Brasileiro de Kart foi a primeira sob o comando da nova gestão do presidente Giovanni Guerra e que tem como presidente da Comissão Nacional de Kart (CNK) Rubens Carcasci.

O número de inscrições superou o recorde anterior (522), quando o Brasileiro aconteceu pela primeira vez no Beto Carrero, em 2017. Na ocasião, a CBA foi premiada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) pela realização do maior campeonato de kart do mundo até então.

COM A PALAVRA OS CAMPEÕES

Super Sênior - #33 Rodrigo Piquet, 48 anos, Brasília (DF)
Na Super Sênior, o brasiliense Rodrigo Piquet fez uma corrida tranquila pra conquistar seu quarto título brasileiro de kart. Largando da pole position, fez uma boa largada e soube ditar o ritmo para vencer de ponta a ponta.
“Foi uma boa corrida. Consegui administrar bem e veio mais um título. Estou muito feliz. Tenho que agradecer a Deus e a todos que me apoiaram”, comemorou o piloto.

Super Sênior Master - #46 Amilcar Mugnaini, 60 anos, Curitiba (PR)
A categoria Super Sênior Máster contou com disputas acirradas entre os ponteiros. Amilcar Mugnaini, que saiu na pole, não fez uma boa largada, caindo para a quarta posição. Euvaldo Luz, Sérgio Ramos e Jedson Vicente protagonizaram boas brigas por posições. Amilcar, que havia ido bem nas classificatórias, foi volta a volta buscando posições e ultrapassando os concorrentes. Nas duas voltas finais travou um belo duelo com Euvaldo e, no giro final, fez uma bela ultrapassagem para receber a bandeira quadriculada em primeiro.
“Foi emocionante. A gente se preparou o ano todo para chegar aqui competitivo. E sabia que para brigar pela vitória seria nos detalhes. Estávamos realmente muito bem preparados, tanto fisicamente, como mentalmente. A equipe fez um ótimo trabalho, só tenho a agradecer e comemorar”, declarou Amilcar Mugnaini.

Júnior Menor – #405 Gabriel Sano, 12 anos, São Paulo (SP)
Na Júnior Menor, a final foi marcada por um revezamento dos pilotos na liderança. Lucas Castro, Enzo Ranieri, Enzo Neinkotter e Gabriel Sano estavam no pelotão da frente, se revezando na ponta. Nas voltas finais, Neinkotter tentou uma ultrapassagem por fora e acabou saindo do traçado. Na sequência, Enzo Ranieri e Lucas Castro se tocaram e os dois, que brigavam pela vitória, acabaram saindo da disputa e não concluíram. Com isso, a vitória e a conquista do primeiro título Brasileiro ficaram com Gabriel Sano, que estava ali à espreita, no pelotão da frente. Neinkotter se recuperou e ainda conseguiu cruzar em segundo.
“Foi espetacular, incrível e uma sensação inexplicável. Quero agradecer a todos. É meu primeiro título expressivo. Na corrida, eu senti que não tinha um ritmo tão forte para passar, mas fiquei ali no Top-5, tentando me manter entre os ponteiros. Vi que alguns pilotos a minha frente se enroscando, se tocando e, fiquei esperando para ver o que iria acontecer. Eles bateram, saíram e eu soube aproveitar para vencer. Estou muito feliz”, contou emocionado o jovem de 12 anos.

KZ Graduados – #107 Bruno Grigatti, 32 anos, Cotia (SP)
Na KZ Graduados, a sorte esteve ao lado de Bruno Grigatti. A disputa foi liderada por João Rosate, que cruzou em primeiro lugar, mas na vistoria seu kart não atingiu o peso necessário, e por conta disso, ele foi desclassificado. A vitória caiu no colo do paulista Grigatti, que a bordo do kart #107 completou em segundo e herdou a conquista, e ainda faturou o seu primeiro título brasileiro.
“O Rosate tinha um ritmo de corrida melhor que o meu, eu continuei tentando e sabia que daria o pódio. Mas nesse caso, a corrida não acabou depois da bandeirada, e o automobilismo depende de vários fatores. Hoje dei sorte, a vitória veio. Obrigado a todos”, disse o campeão da KZ Graduados, de 32 anos.

KZ Sênior - #229 Waldir Belizário Jr, 41 anos, Americana (SP)
Na KZ Sênior, Waldir Belizário mostrou toda sua força e superação para poder comemorar. Vindo de um acidente, no começo de novembro, durante treinos, o piloto de Americana se esforçou para completar a disputa.
“Foi uma conquista sensacional. Foi muito difícil. Há 45 dias, nos treinos, eu capotei e o kart caiu em cima das minhas costas e fraturei dez vértebras e o ombro. E os médicos disseram que eu não teria condições de disputar o Brasileiro. E eu continuei lutando. Depois de 15 dias, com muito empenho, o diagnóstico era diferente. E aí sabia que daria para correr. E hoje estou aqui comemorando meu segundo título. Muito feliz e grato a Deus por me dar a força para vencer”, falou Belizário, de 41 anos.

Sênior B - #103 Gustavo Kalinowski, 38 anos, Mafra (SC)
Na Sênior B, Rafael Prada liderou a disputa e ditou bom ritmo. Cruzou em primeiro, mas foi penalizado em 5s (painel frontal). Com a punição, viu o título escapar pelas mãos por 28 milésimos. O catarinense Gustavo Kalinowski, que chegou em segundo, herdou a vitória e faturou seu primeiro título brasileiro de kart.
“Estava dando meu melhor, nem sabia que o Rafael tinha sido penalizado. Fiz minha corrida. Sonhava com esse título por muito tempo. Faltava esse resultado na minha carreira. Eu treinei bastante, estava bem preparado, mas o Rafael realmente tinha um ritmo muito bom, tanto que nem acreditei quando me falaram que eu havia vencido. Meu primeiro título brasileiro. Inexplicável. Fui às lágrimas e fiz uma homenagem ao Paulo Rosseti que faleceu em outubro”, declarou o catarinense.

Novatos – #29 João Tesser, 20 anos, São Paulo (SP)
A disputa da Novatos começou movimentada. Na largada, três competidores ficaram pelo caminho. João Tesser liderou boa parte da disputa. No final, sofreu pressão dos oponentes e chegou a perder o primeiro posto. Mas poucas voltas depois, o paulista conseguiu se recuperar para cruzar em primeiro e vencer, conquistando seu primeiro título brasileiro.
“Foi muito inusitado. Já bati na trave algumas vezes, em 2020 e 2019. Mas esse ano deu tudo certo. Trabalhamos bem, soube agir com calma e agora posso finalmente comemorar”, contou o paulista de 20 anos.

Júnior - #27 Matheus Ferreira, 14 anos, Brasília (DF)
Uma prova muito acirrada, marcada por incontáveis disputas de posições, ultrapassagens e alterações na liderança. Eram 11 karts no mesmo ritmo e com tempos muitos próximos, sendo que sete estavam praticamente colados, brigando pelas primeiras posições. A três voltas do fim, Matheus Ferreira conseguiu abrir uma pequena vantagem que administrou para cruzar em primeiro e vencer. Ele já havia sido vice-campeão europeu de kart e agora festeja o primeiro título Brasileiro na categoria Júnior.
“Foi um ano especial e muito bom. Hoje a disputa da final foi emocionante, foram 15 voltas de muitos pegas acirrados e ultrapassagens. O kart estava perfeito e tudo deu certo. Quero agradecer a minha equipe e a todos pelo apoio e torcida”, declarou o jovem brasiliense de 14 anos.

Sênior - #21 Leonardo Nienkotter, 43 anos, Florianópolis (SC)
A disputa da Sênior foi liderada pelo experiente Leonardo Nienkotter. Ele sobrou na pista. Fez várias vezes a volta mais rápida e não deu chances para os adversários. Liderou ditando um ritmo muito forte. Com sua tocada rápida e experiente, Leonardo faturou seu terceiro título brasileiro.
“A disputa começou um pouco mais difícil. Tinha sido segundo na tomada de tempos e também nas classificatórias. Mas o kart estava muito acertado. Desde ontem sabia que tinha o kart na mão. Fizemos ajustes de flexíveis e, com pneus novos, o kart ficou perfeito. Na corrida, consegui superar alguns adversários na largada, fui administrando, vi que tinha uma vantagem e busquei a vitória”, comemorou.

Graduados A – #62 Matheus Morgatto, 18 anos, São Paulo (SP)
Na categoria Graduados A, a expectativa era de uma corrida muito equilibrada. Mas não foi o que se viu. Os pegas e disputas ocorreram nas primeiras voltas. Mas desde a largada Matheus Morgatto tinha um ritmo forte e melhor que seus oponentes. O piloto de São Paulo viu concorrentes como André Nicastro e Olin Galli, ambos com dez títulos brasileiros cada um, ficarem pelo caminho. Quando assumiu a primeira posição, antes da metade da prova, não foi mais ameaçado por ninguém. E ditou o ritmo na ponta. Conquistando o título de 2021, o seu primeiro Brasileiro de Kart.
“Eu comecei a semana bem. O kart estava bom desde os treinos. Na tomada de tempos, não fui tão bem e nas classificatórias melhorei, sempre ali no Top-3. Hoje, na disputa da final, saí do segundo posto, mas larguei bem, e ultrapassei o líder Olin logo no começo, e fui abrindo vantagem. Para mim é um privilégio correr ao lado deles (Nicastro e Galli), são pilotos que sempre me inspiraram. E ganhar um campeonato, em cima deles é algo muito feliz para mim. Esse título era algo que faltava”, festejou.

Graduados B - #78 Gabriel Gomez, 15 anos, Florianópolis (SC)
Na Graduados B, Gabriel Gomez consagrou-se tricampeão Brasileiro. O jovem de Florianópolis já havia conquistado a pole position no Mundial de Kart de 2021 no kartódromo de Campellos, na Espanha. E neste sábado, na disputa do título Brasileiro, voltou a se destacar, abrindo boa vantagem na pista para faturar o terceiro título na competição.
“Foi um ótimo ano para mim. Tive uma semana muito boa e consegui evoluir ainda mais aqui no Brasileiro, liderando os treinos e ainda fiz a pole. Na corrida, tinha um ritmo forte, consegui manter uma boa distância para os adversários e abri mais a vantagem, andando sempre muito rápido. Estou muito feliz. 2021 foi o melhor ano da minha carreira, que venha 2022”, comletou.

F4 Sênior - #16 Roberto Wuthstrack Jr, 30 anos, Joinville (SC)
A final da F4 Sênior começou agitada com brigas por posições e pela liderança. Depois, Eduardo Guidi e Roberto Wuthstrack se destacaram. Eles abriram quase 5s do pelotão e brigaram pela vitória até o fim, porém um terceiro elemento entrou de surpresa na disputa que contou com um enrosco de corrida entre os ponteiros, e fez a vitória cair no colo do gaúcho Matheus de Castro. Mas o gaúcho foi penalizado com a perda do primeiro lugar, por atitude antidesportiva. Com isso, o catarinense Roberto Wuthstrack ficou com a vitória.
“Eu estava tendo um sábado perfeito. Na corrida briguei muito pela vitória. E ela veio, não foi exatamente da maneira que eu queria, mas os comissários analisaram o toque que eu levei e tomaram a decisão, com isso faturei o campeonato. E hoje é um dos melhores dias da minha vida. Ganhar um campeonato brasileiro é incrível”, contou o catarinense de 30 anos ao ser declarado o campeão da F4 Sênior.

Confira os resultados das Finais das categorias do Grupo 2 (Top-5):

FINAL SUPER SÊNIOR:
1) 33-RODRIGO PIQUET (FADF), 18: 25.379
2) 777-JOSE CARLOS SADERI (FPRA), a 1.695
3) 62-RENATO RUSSO (FASP), a 3.465
4) 121-GONÇALO B. ALLAGE (FAUESC), a 3.972
5) 37-FERNANDO L. PASTRO (FAUESC), a 8.663

FINAL SUPER SÊNIOR MASTER:
1) 46-AMILCAR MUGNAINI (FPRA), 19: 21.881
2) 12-EUVALDO G. LUZ (FAB), a 0,316
3) 1-SERGIO RAMOS (FAUESC), a 1.788
4) 125- JEDSON JOÃO VICENTE (FPRA), a 2.233
5) 30-MANOEL QUEIROZ (FPRA), a 8.300

FINAL JÚNIOR MENOR:
1) 405-GABRIEL SANO (FASP), 18: 28.629
2) 14-ENZO NIENKOTTER (FAUESC), a 3.314
3) 129-ETHAN K. NOBELS (FASP), a 3.353
4) 17-ARTUR R. LEMOS HOFF (FADF), a 3.751
5) 18-AKYU MYASAVA (FPRA), a 8.458

FINAL KZ GRADUADOS
1) 107-BRUNO GRIGATTI (FPRA), 18:33.562
2) 112-PEDRO PIQUET (FADF), a 22.439
3) 57 ANDREY V. FORTES (FADF), a 7 voltas

FINAL KZ SÊNIOR
1) 229-WALDIR BELIZARIO JR (FAEM), a 17.027
2) 71-ADRIANO F. AMARAL (FASP), a 31.857
3) 118-FELIPE R. WOLFF (FPRA), a 32.008
4) 22-LUIS E. DE CARVALHO (FASP), a 37.509
5) 26-FERNANDO T. BAROUDI (FPRA), a 37.840

FINAL SÊNIOR B
2) 103-GUSTAVO KALINOWSKI (FAUESC), a 4.972
2) 10-RAFAEL PRADA (FAUESC), 19: 18.332
3) 65-RAFAEL CANEDO (FAEM), a 7.763
4) 199-DIEGO A. VERAS ( FASP), a 12.526
5) 299-TIAGO H. BARRANCOS (FASP), a 15.188

FINAL NOVATOS
1) 29-JOÃO A. CARVALHO TESSER (FASP), 19: 07.965
2) 2-FREDERICO BUENO (FASP), a 0,469
3) 557-PEDRO P. DE OLIVEIRA (FAUESC), a 4.778
4) 72 -UBIRAJARA L. RAMOS FILHO (FAERJ), a 5.002
5) 9-NICHOLAS C. MONTEIRO (FASP), a 5.903

FINAL JÚNIOR
1) 27- MATEUS FERREIRA, 19:12.742
2) 386 - GABRIEL MOURA, (FAUESC ), a 4.417
3) 7 - GUILHERME QUINTEIRO (FASP), a 4.519
4) 58 - ENZO ALLAGE MARINS (FAUESC), a 4.617
5) 21 ALVARO YOON CHO (FASP), a 5.053

FINAL SÊNIOR
1) 21 LEONARDO NIENKOTTER (FAUESC), 18: 16.074
2) 9 FRANCESCO VENTRE (FGA), a 4.708
3)111 RODRIGO SOARES (FPARN), a 5.229
4) 821 LUIZ VOLTA SALAU (FPARN), a 10.303
5)30 RICK ROSIN (FAUESC), a 11.782

FINAL GRADUADOS A
1) 62-MATHEUS MORGATTO (FAEM), 17: 11.030
2) 13-DIEGO RAMOS (FASP), a 1.271
3) 48-LUCAS F. NOGUEIRA (FMA), a 7.759
4) 123- JOÃO LUIS POCAY (FASP), a 8.205
5) 10-JOAQUIM A. JUNQUEIRA( FAEM), a 11.611

FINAL GRADUADOS B
1) 78-GABRIEL GOMEZ (FASP), 18: 54.879
2) 17-SAMUEL CRUZ (FASP), a 6.638
3) 3-CADU BONINI (FASP), a 11.428
4) 33-ENZO GUIMARÃES (FAERJ), a 11.722
5) 11-LUCAS STAICO (FMA), a 11.866

FINAL F4 SÊNIOR
1) 16-ROBERTO WUTHSTRACK JR (FAUESC), 20:55.723
2)8-MATHEUS DE CASTRO (FGA), 20:55.483 *
3) 127-RICARDO DOUGLAS PINHEIRO (FAUESC), a 0.470
4) 114 - WILLIAN FERENS (FAUES), a 2.424
5) 107 - BRUNO GRIGATTI (FPRA), a 2.515
*#8 – Penalizado com a perda do 1º lugar por atitude antidesportiva contra #16

Veja os resultados completos de todas as categorias do Grupo 2:
https://www.dropbox.com/sh/74bh2x1jb23qt35/AAD7weKxfc2A7M28u_dnsKL2a?dl=0

Mais informações, acesse: www.cba.org.br

Assessoria de Comunicação da CBA | Kart

FGcom Assessoria de Imprensa
Fernanda Gonçalves
Tel. 11 98245-4511
fernanda@fgcom.com.br
www.fgcom.com.br

  • Matheus Morgatto é campeão na Graduados A
    (Jackson de Souza)

  • Gabriel Gomez fatura o título na Graduados B
    (Jackson de Souza)

  • Rodrigo Piquet vence na Super Sênior e é tetracampeão
    (Jackson de Souza)

  • Novatos coroa João Tesser
    (Jackson de Souza)

  • Júnior Menor tem vitória de Gabriel Sano
    (Jackson de Souza)

  • Leonardo Nienkotter é tricampeão
    (Jackson de Souza)

  • Waldir Belizario Jr. é bicampeão
    (Jackson de Souza)

  • Matheus Ferreira: campeão na Júnior
    (Jackson de Souza)

  • Gustavo Kalinowski leva na Sênior B
    (Jackson de Souza)

  • Bruno Grigatti conquista primeiro título na KZ Graduados
    (Jackson de Souza)

  • Amilcar Mugnaini comemora vitória na SSM
    (Jackson de Souza)

  • Roberto Wuthstrack herda vitória na F4 Sênior
    (Jackson de Souza)

Leia também...

17.05.2022

Gabriel Sano leva toque na Final, mas exalta aprendizado em sua primeira disputa internacional no Troféu Academy da FIA

Campeão Brasileiro na categoria Júnior Menor, piloto de 13 anos participou da primeira etapa na Bélgica

24.04.2022

Campeonato do Nordeste de Kart tem disputas intensas e revela seus 11 campeões de 2022 em Aracaju

Etapa única no Kartódromo Emerson Fittipaldi marca estreia do novo asfalto e conta com grids cheios

22.04.2022

Com 115 inscritos, 2ª edição do Campeonato do Nordeste de Kart terá seus campeões conhecidos neste sábado em Aracaju

Competição deste ano será realizada em etapa única

14.04.2022

Campeonato do Nordeste de Kart em Aracaju tem sua programação divulgada

Competição revelará os campeões da região em 2022 na próxima semana

Entre em contato